Saiba o que é e como aplicar o ciclo PDCA na sua empresa

Apesar de ser um método popular de gerenciamento de negócios, muita gente não sabe como aplicar o PDCA. Ele é muito utilizado como uma ferramenta de melhoria de processos empresariais ou como uma abordagem para o controle de qualidade e o gerenciamento de mudanças.

O ciclo PDCA é utilizado para monitorar um único problema e orientar todo um projeto ou iniciativa de melhoria de uma empresa. A partir desse método, é possível, por exemplo, identificar as particularidades de uma não conformidade e tornar o processo mais eficiente.

Por isso, neste artigo, vamos apresentar uma visão geral sobre o ciclo PDCA, mostrando os benefícios de aplicar essa metodologia em seu negócio. Continue a leitura!

O que é o ciclo PDCA?

O PDCA foi popularizado pelo engenheiro e consultor de gestão Edwards Deming. Ele é considerado o criador do controle de qualidade moderno. Sua aplicação consiste em quatro fases: “plan” (planejar), “do” (fazer), “check” (verificar) e “act” (agir).

As teorias do engenheiro formam a base para os padrões de qualidade ISO 9001. Demings, por sua vez, creditou a Walter Andrew Shewhart a criação do ciclo. Shewhart era um físico, engenheiro e estatístico que é frequentemente considerado o pai do controle estatístico de qualidade.

A metodologia tem o objetivo de otimizar a qualidade e a eficácia dos processos de gestão do ciclo de vida do produto, de projetos, de recursos humanos, da cadeia de suprimentos, entre outras áreas de negócios.

Como aplicar o PDCA?

Os problemas são oportunidades para melhorar processos. Assim, o ciclo PDCA pode ser utilizado como um método para induzir melhorias no fluxo de trabalho, ou seja, melhorar as diretrizes de uma organização.

Para realmente entender o ciclo PDCA e por que ele funciona tão bem, primeiro, precisamos examinar cada etapa com mais detalhes. Veja abaixo!

Planejar

É o estabelecimento de objetivos e processos para entregar os resultados desejados. Essa medida requer uma identificação clara do problema, por meio da coleta de dados, da observação e da análise das informações, para identificar as suas causas e os possíveis desdobramentos. Um plano é desenvolvido para experimentar ideias e para saber se elas melhorarão o processo ou os resultados.

Fazer

Com a solução definida, nesta etapa, é hora de partir para a ação, por meio do cumprimento de padrões e garantias de qualidade. Normalmente, pequenas mudanças são testadas e dados são coletados para medir a eficácia das alterações.

Verificar

Os dados e resultados coletados na fase anterior são avaliados. Essas informações são comparadas com os resultados esperados para ver quaisquer mudanças significativas ocorreram. Isso permite determinar a eficácia da solução implementada.

Agir

Também chamada de “ajustar”, é a fase em que o processo é melhorado. Os registros das fases “fazer” e “verificar” ajudam a identificar problemas com o processo. Planejar o próximo ciclo pode ajudar a investigar se existe uma solução mais econômica para ser implementada.

Quais os benefícios da metodologia?

O ciclo PDCA oferece uma estrutura fácil de entender para promover a melhoria de processos. Ele depende de experimentos da vida real e força as equipes a revisarem os dados e as evidências para tirar conclusões. Baseando-se no método científico, esse ciclo é visto como uma abordagem que produz melhorias de forma confiável.

Um dos principais benefícios da implementação de um ciclo PDCA é a existência de uma clara separação entre cada fase, permitindo que a verdadeira causa do problema seja identificada. Isso levará a uma redução no desperdício de recursos e aumentará a produtividade em longo prazo. Os processos, então, tornam-se melhores e mais problemas são descobertos e resolvidos.

Assim, aprender como aplicar o PDCA é uma forma de minimizar os riscos de implementar a mudança e aumentar o controle de processos. Também estabelece um compromisso com a adaptabilidade e a melhoria contínua, o que garante que uma empresa permaneça competitiva no mercado.

Gostou das dicas de como aplicar o PDCA no seu negócio? Então, confira nosso outro artigo sobre o que é o mapeamento de processos e qual a sua importância!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *