fbpx

3 tipos de processos empresariais que você precisa monitorar

4 minutos para ler

Peter Drucker, pai da administração moderna, disse: “o que pode ser medido pode ser gerenciado”. Essa frase clássica vai além dos indicadores gerenciais, que assinalam qual caminho a empresa deve seguir. Eles abordam também os tipos de processos empresariais e seu monitoramento.

Essas atividades são importantes porque têm relação direta com os clientes e entregam valor. Por isso, deixá-los sem controle é sinônimo de problemas e gargalos, que prejudicam o negócio em curto, médio e longo prazos.

A questão é: como saber quais são os processos a serem avaliados? Vamos apresentar a resposta neste artigo. Acompanhe!

A importância de monitorar processos

Os processos são atividades sequenciais realizadas na empresa para o alcance de objetivos. Por estarem inter-relacionadas, essas tarefas interagem entre si e trazem benefícios ao negócio. É aí que entra a importância do seu monitoramento.

Ao adotar essa prática, é possível identificar o nível de produtividade dos colaboradores e os resultados atingidos. Essa análise traz, portanto, uma nova perspectiva, que permite a você traçar novas estratégias e projetar o futuro organizacional.

Ao mesmo tempo, há melhoria do desempenho e da produtividade. De um lado, são evitadas as falhas de performance ocorridas durante as tarefas operacionais. De outro, os colaboradores fazem mais em menos tempo e são mais eficientes. Com isso, toda a organização consegue obter melhorias contínuas.

Os 3 tipos de processos empresariais para monitorar

Existem 3 principais tipos de processos organizacionais. Todos eles devem ser monitorados por terem funções relevantes ao negócio. Saiba quais são eles e suas características!

1. Processos primários ou essenciais

Abrangem as atividades mais importantes, que têm contato direto e entregam valor ao cliente. Em alguns casos, suas fronteiras vão além da empresa. Por isso, oferecem uma visão ampla da cadeia de valor. Alguns exemplos de processos primários são fabricação e criação de um produto, assim como sua divulgação, comercialização e pós-venda.

Devido à importância dessas atividades, precisam ser monitorados para evitar gargalos e desperdícios, que prejudicam a satisfação do consumidor. Da mesma forma, o monitoramento favorece o fortalecimento da relação com o cliente e a melhoria da estrutura organizacional — tudo isso porque os dados são coletados e analisados com o objetivo de apontar necessidades de ajustes para o alcance dos objetivos.

2. Processos de apoio ou suporte

São estabelecidos de maneira formal e oferecem suporte aos processos primários. Por estarem na retaguarda, pode ser executado internamente pela equipe, como pouco contato direto com o cliente. São alguns exemplos de processos de apoio; de recrutamento e atividades internas do RH, e a contabilidade.

Apesar de suas características, os processos de apoio ou suporte também são essenciais para o negócio, porque melhoram a efetividade, a eficiência e a eficácia dos primários. Do mesmo modo, há agregação de valor ao produto ou serviço finais.

Seu monitoramento é imprescindível, porque é a partir dessa prática que se torna possível melhorar o apoio oferecido aos processos primários. Tenha em mente que essas atividades também auxiliam os processos gerenciais — mais um motivo para controlar os resultados alcançados.

3. Processos gerenciais

São formalmente estabelecidos, assim como os de apoio, mas têm o papel de coordenar as atividades dos outros dois processos. Seu propósito é aumentar a eficiência e a eficácia da organização. Para alcançar esse patamar, mensuram, monitoram e controlam diversos dados para identificar a performance do negócio.

Como o foco é nos gestores e na relação cruzada de resultados gerenciais e operacionais, nesse cruzamento, há entrega de valor indiretamente ao cliente. Assim, um exemplo é a própria gestão empresarial, que direciona as atividades executadas.

O monitoramento é necessário, nesse caso, porque os processos gerenciais ajudam a empresa a alcançar os objetivos estratégicos delineados. Além disso, asseguram o cumprimento dos escopos financeiros, operacionais e regulatórios.

Em suma, os 3 tipos de processos empresariais contribuem para o bom andamento da empresa. Monitorá-los é a maneira mais fácil de saber para onde se está indo e se os objetivos serão atingidos.

E você, já monitora um ou mais processos da sua empresa? Sabe como fazer isso? Deixe seu comentário e conte para nós o que faz!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe uma resposta